Pregador Luo é um rapper, produtor musical e compositor brasileiro. É conhecido por ter sido um dos fundadores e vocalistas do Apocalipse 16, sendo o único membro que participou de todos os discos. Foi proprietário da gravadora independente 7 Taças e atualmente, segue em carreira solo.

Lançou seu primeiro álbum solo (RevoLUOção) em 2003. Como líder do grupo Apocalipse 16 já fez apresentações em diversos lugares no Brasil. É responsável também pela elaboração dos temas de entrada de lutadores de MMA[1] em campeonatos nos Estados Unidos e Japão. Já fez parceria com cantores/grupos como: Ao Cubo, Emicida, Kamau, Trazendo a Arca, Fernanda Brum, Racionais MCs, David Quinlan, Chrigor, Templo Soul, Charlie Brown Jr., PG, Cassiane, KLB, entre outros.

Confira quais são as músicas mais tocadas do cantor Pregador Luo:

10. Único Incomparável

Luo..oooô..ooô
Vai!
Uuuuuuuí
Uuuuuuuí

Cante isso para Deus
Uí!
Cante para a pessoa que você ama
Uí!
Ou melhor ainda
Uí!
Cante para ambos
Uí!
Vai, vai

Sem você meu mundo é triste
Sem você minha alma desiste
Sem você eu me sinto perdido
No mundo de solidão

Onde os rostos são estranhos
E me dizem não
A vida muda de peso
Eu me sinto um indefeso

Igual a um afogado que não soube nadar
Apenas dois pulmões sofrendo com faltar de ar

E onde quer que eu vá
Se sua voz não está
Fica estreito para mim
Difícil poder suportar
Sua ausência neste mundo seria
Um horror
Mas porque tu tá aqui
Eu acredito no amor

Pra mim você é único, incomparável
É porque você existe que eu não me acabo
A sua companhia é boa e agradável
Sem você a minha vida seria insuportável

Pra mim você é único, incomparável

Único, único
Incomparável
Único, único
Incomparável

Sempre que eu penso que você também me ama
Minh’alma desencana e toda culpa vai embora
É por isso que meu simples coração te adora

Sempre cuidou, das minhas feridas
Sempre cuidou, de toda minha vida
Sempre me cercou, nunca parou de me guardar
E toda vez que eu erro, consegue me perdoar

Eu nunca conheci, ninguém que fosse assim
Tão bom e tão gentil como você é pra mim
Nosso amor teve começo, mas nunca vai ter fim

Iiiii rá!

Pra mim você é único, incomparável
É porque você existe que eu não me acabo
A sua companhia é boa e agradável
Sem você a minha vida seria insuportável

Pra mim você é único, incomparável

Único, único
Incomparável
Único, único
Incomparável

Incomparável, És pra mim
Minha história de amor com você não tem fim
Se estou triste, doente ou cansado
Sua mão toca meu rosto e eu fico curado
Amor da minha vida meu bem inigualável
Você pra mim é tudo
Único, incomparável

Por sua causa eu atravessei atmosferas
Por sua causa eu desci até o centro da terra
Peguei de volta a chave da vida e te devolvi
E ninguém vai apagar a chama que eu próprio acendi

Por amor, foi por amor
E somente por amor

Pra mim você é único, incomparável
É porque você existe que eu não me acabo
A sua companhia é boa e agradável
Sem você a minha vida seria insuportável

Pra mim você é único, incomparável

Único, único
Incomparável
Único, único
Incomparável

Uí, uí
Uí, uí

Uí, uí, uí, uí

9. Eu Te Amo Tanto (part. Viviane Carvalho)

Luo oô
E Viviane Carvalho
Numa canção dedicada à todos
Que se amam intensamente
Wou, wou!

Óh meu doce, minha linda
Minha flor, minha querida
Sou grato à Deus por tê-la em minha vida
Te amo tanto, mais do que imagina
Meu raio de sol, meu bem mais valioso
Seus olhos os mais lindos, o cabelo mais cheiroso
Coração formoso, beijo mais gostoso
Você é a princesa, que meu coração deseja

Meu amor, eu te amo tanto
Estou sendo sincero
Me deixe-lhe provar
O quanto eu te quero

Óh, meu amado
Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar (pra que?)
Para te fazer feliz
Em meus sonhos (eu!)

Eu via você
Eu sabia (o que?)
Que um dia ia lhe conhecer
Seus braços fortes iam me envolver
E em todo tempo sempre me proteger

Hoje tudo é real
O nosso amor virou verdade
Uma bonita realidade
Que me traz felicidade
Tenho o seu carinho (que mais?)
O seu respeito (e o que mais?)
Amo o seu jeito
E a forma como me trata
O meu coração (tem o que?)
Já tem sua marca

Meu amor, eu te amo tanto
Estou sendo sincero
Me deixe-lhe provar
O quanto eu te quero

Óh, meu amado
Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar
Para te fazer feliz

Preciosa jóia minha
Com você darei início a uma família
Um lar abençoado
Conforto e fartura
Dar-te-ei um castelo que seja a sua altura

Sempre te amarei
Desse castelo você é o rei
Sua mulher fiel
E prestativa eu serei
Disso querida eu nunca duvidei
Já sabia desde a primeira vez que te avistei

Sou sua, sou sua
E de mais ninguém
Paixão da minha vida
Eu me apaixonei

Então fique comigo (fico querido)
Me dê sua mão (eu caso contigo)
Na tristeza ou na alegria (estou ao seu lado)
Pra sempre meu bem (nosso amor está selado)

Hou!
Meu amor, eu te amo tanto
Estou sendo sincero
Me deixe-lhe provar
O quanto eu te quero

Óh, meu amado
Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar (pra quê?)
Para te fazer feliz

Meu amor, eu te amo tanto
Estou sendo sincero
Me deixe-lhe provar (o quê?)
O quanto eu te quero

Ôh, meu amado
Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar (pra quê?)
Para te fazer feliz

Um amor sincero o que eu pretendo lhe dar
Um amor intenso que não pode acabar
Um amor sincero o que eu pretendo lhe dar
Um amor intenso que não pode acabar

Meu amor (eu te amo tanto)
Meu amor (eu te amo tanto)
Meu amor (eu te amo tanto)
Meu amor
(Eu te amo tanto)
Meu amor

Eu te amo tanto (meu amor)
Estou sendo sincero
Me deixe-lhe provar (o quê?)
O quanto eu te quero
Óh, meu amado

Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar (pra quê?)
Para te fazer feliz
Meu amor, meu amor, meu amor, meu amor
Eu vou lhe fazer feliz (meu amor, meu amor, meu amor, meu amor)

Meu amor, eu te amo tanto (eu vou lhe fazer feliz)
Estou sendo sincero
Me deixe lhe provar o quanto eu te quero
Meu amado
Te quero ao meu lado
Creio no que diz
Prometo me esforçar (pra quê?)
Para lhe fazer feliz

8. Último Dia

Hã!
Wou (Hã rã)
Apocalipse 16, Templo Soul

Então vê se vigia
E se hoje for teu Último Dia?
E de que valeu tanta correria?
Nada, não valeu de nada
Pra que tanto dinheiro?
Não adianta por no bolso do terno
Eles não aceitam isso lá no inferno
Nada, isso não vale nada

Enche o celeiro com ouro, prata e dinheiro
Junta grana e capital, lá no estrangeiro
Faz seu nome, monta seu império
Dá rolê de BM zero
Uma, duas, três motos
Vinho caro na adega
Pra encher vários copos
Mansão com quinze quartos
Jet-ski, no engate da Cherokee
Cordão de ouro em volta do pescoço
Várias viagens, várias modelos
Dentro da hidromassagem

Quem tem muito
Tem porque roubou
Se não roubou de mim
É porque seu tataravô roubou
Meu tataravô
E por isso mesmo ficou

Ficou nada, se for assim
Cadê a justiça do Deus do Céu?
Rico mesquinho
Vai queimar que nem papel
Grana não muda nada
Não altera pro Criador
Dinheiro move o mundo
Mais não move Quem O Criou

Então vê se vigia
E se hoje for teu Último Dia?
E de que valeu tanta correria?
Nada, não valeu de nada
Pra que tanto dinheiro?
Não adianta por no bolso do terno
Eles não aceitam isso lá no inferno
Nada, isso não vale nada

Veja Também!  Um Novo Dia | Assista ao Novo Single de Vanilda Bordieri!

Debaixo do colchão
Ou num paraíso fiscal
Tenho um pouco lá no porão
Você acha que tudo isso é normal
Afinal, você pensa
Grana nunca é demais
Ela trás, muita segurança
Ela alcança glória, status
Fama e poder
Se para isso acontecer
Alguém tiver que morrer
Você diz: Antes ele do que eu
Cuido do que é meu

E foi pro saco, é só mais um
Na tua frente eu sei que não sobra nenhum
Ninguém fica vivo pra conta história
Vira só mais um fantasma na memória

E se eu te disser: agora que o seu tempo acabou
Tua vida foi pesada na balança
Todos que roubou, todos que matou
Quem você pisou, pra chegar onde queria
(Você sabia!)

Você ainda vai provar um paletó de madeira
Choram no velório a noite inteira
Seus amigos sua família você não vai ver
Onde estará quando isso acontecer?
(Fim de jogo, negô!)

Agora de joelho, se arrependa do mal que fez
Se for sincero, Deus te ouvirá por mais uma vez
Caso contrário, a justiça tem fome
O inferno chama o teu nome

Então vê se vigia
E se hoje for teu Último Dia?
E de que valeu tanta correria?
Nada, não valeu de nada
Pra que tanto dinheiro?
Não adianta por no bolso do terno
Eles não aceitam isso lá no inferno
Nada, isso não vale nada

Se a raíz de todos os males cresceu
E virou árvore ingrata
Vai dar fruto amargo
Que não vai servir pra nada
E árvore que não produz nada, vira lenha
Só serve pra queimar e virar cinza na fogueira

A grandeza de um homem se mede pela humildade
Pela verdade, pela sinceridade
Pela submissão, ao Deus de verdade
Então ajoelha, ora, respeita
Pede licença, pra entrar na casa do Rei
Tira o sapato, para não sujar a casa do Rei
Fica descalço, pra pisar no chão do Rei

Quem quer muita riqueza, acaba ficando sem
Perde a paz, os amigos e fica sem ninguém
Troca a alma, por um milhão em nota de cem
Virou refém do próprio egoísmo
Caiu dando risada no abismo
Achou que tava no lucro
Saiu no prejuízo

Então vê se vigia
E se hoje for teu Último Dia?
E de que valeu tanta correria?
Nada, não valeu de nada
Pra que tanto dinheiro?
Não adianta por no bolso do terno
Eles não aceitam isso lá no inferno
Nada, isso não vale nada

(Pregador Luo)
Então, APC TS S7
(Quê?) (O relógio tá correndo pra você!)
Mateus 6:33 (Arrependimento)
Junta tesouro no reino de Deus (Perdão, humildade)
Lá é Eterno (Luo!)

7. Coração Brasileiro

Coração brasileiro

Ô ôôô ôôô ôôô Brasil!
Ô ôôô ôôô ôôô

Nosso brado é retumbante
A natureza nos fez fortes e gigantes
A liberdade me dá sentido
No mundo todo resplandece o nosso brilho

O desafio, desafio não nos para
Só tem guerreiro preparado pra batalha
É numeroso e muito forte
O meu povo bota o peito a própria morte

Ó pátria amada idolatrada salve, salve!
Ó pátria amada idolatrada salve, salve!
É o Brasil, país de amor, é o colosso
É o Brasil, país de amor, é o colosso

É da América que sairá a luz que iluminará
O nosso brilho em toda Terra então se verá
A nossa vez chegou, a nossa vez chegou
A nossa vez chegou
Brasil chuta e marca gol

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

Dança, balança, segura, responsa
Colosso gigante que chega e estronda
Dança, balança, segura, responsa
Colosso gigante que chega e estronda

Don’t stop, don’t stop,don’t stop and believe
Don’t stop, don’t stop,don’t stop and believe

No pare, no pare, siga y crea
No pare, no pare, siga y crea
Acredita, credita , goleia, goleia
Firmeza na rocha, goleia, goleia

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

Gol, gol, gol o Brasil é
Gol, gol, gol craque chuta é
Gol, gol, gol eu tô com fome de gol

O tempo é de luta, unam-se, fiéis
O país do futebol põe o coração nos pés
Fé no time, fé no homem, fé na camisa dez
Voam alto canarinhos que também são leões
Brilham bonito, cospem fogo, queimam até dragões
Milhões e milhões, sinceras orações
Rezam e choram para o time que voltem campeões
Beleza e raça bem-digam um futebol cheio de graça
Aqui é nós que tá, vamo lá levantar a taça
Trazer aqui pra nossa casa
Ninguém vai roubar, ninguém vai derreter
Aprendemos a lição com a Jules Rimet
Alegria que alguém prometeu e não me deu
Futebol brasileiro pro meu povo devolveu

Leões, nós somos leões
Leões, nós somos leões
Leões, nós somos leões
Leões, nós somos leões

Ô ôôô ôôô ôôô Brasil!
Ô ôôô ôôô ôôô Brasil!
Ô ôôô ôôô ôôô Brasil!

6. Eu Desejo

Que a sombra do Onipotente esteja sobre ti
Sobre sua casa e sua família
Para te guardar da seta que voa de dia

E da peste que anda na escuridão
O Altíssimo será sua habitação
Os anjos do Senhor te sustentarão nas mãos
E os seus pés em pedras não tropeçarão

Não temerás a morte que assola no meio do dia
Pois mal algum te sucederá
Nem praga alguma em sua casa chegará
Nesses tempos de angústia só nos resta orar

Eu desejo que os seus dias sejam felizes
Que as suas noites sejam tranquilas
E que não lhe falte paz e amor
Desejo, que as bênçãos do Senhor
Estejam sobre sua família
E que não lhes falte paz e amor

Se o universo vive em sincronia
Porque o homem não o copia?
O sol nasce e faz o dia
A terra gira e faz a tarde
Outro giro e a noite invade
Então as estrelas se acendem
Brilhando e guiando
Há milhões de anos
Coadjuvando com a lua
No firmamento acontece
Tudo em perfeita estrutura
Diferente daqui
De nossas vias e ruas
Onde carros se chocam
E as motos colidem (vish!)
Com pessoas se agridem
Por motivos banais

É tão triste quando filhos
Enterram seus próprios pais
Mais triste ainda quando os pais
Enterram seus próprios filhos
Contrariando com isso as leis naturais
Eternos rivais seguem destilando ódio
Quantos nesse dia morreram na guerra pelo petróleo
Quantos mais nessa noite fecharão os olhos
Não tornarão abri-los quando o dia raiar

Isso é triste cantar
Mas temos que continuar (hei!)
E que na sombra do Onipotente
Você venha descansar

Eu desejo que os seus dias sejam felizes
Que as suas noites sejam tranquilas
E que não lhe falte paz e amor
Desejo que as bênçãos do Senhor
Estejam sobre sua família
E que não lhes falte paz e amor

Os anjos do Senhor vão me guardar
E os meus dias na terra vão se multiplicar
Quando eu chamar seu nome
Minha angústia então desaparecerá

Eu desejo que os seus dias sejam felizes
Que as suas noites sejam tranquilas
E que não lhe falte paz e amor
Desejo que as bênçãos do Senhor
Estejam sobre sua família
E que não lhes falte paz e amor

5. Já Posso Suportar (part. Trazendo a Arca)

Yeh!
Pregador Luo

[Davi Sacer]
Contigo eu sei que posso suportar Senhor
Pois teu poder se aperfeiçoa na minha fraqueza, óh Deus!
[Luo]
Trazendo a Arca
Yeh!
[Davi Sacer]
Por isso eu posso suportar
[Luo]
Por isso eu posso suportar!
Então vamo lá
Wou!

Eu sigo em frente nessa estrada eterna
Com cicatrizes tão profundas
Quanto as que um arado deixa na terra
Muita pressão está sobre minhas pernas
Com lágrimas nos olhos
Que se conta uma história bela

Veja Também!  As 10 Músicas mais Tocadas de Leonardo Gonçalves

Quantas vezes parei porque cansei
Quantas vezes chorei porque tive medo
Quantas vezes?
Nem sei quantas vezes
Meu bom Senhor
Só Tu sabe quantas vezes

Meus ombros sangram
Por causa das feridas que neles se abriram
Esse é o preço por carregar, o peso do concílio
Mas eu não desisto
Não vou largar no chão a arca da aliança
Pois a marca da promessa está sobre minha testa
Meus pés inchados doem de tanto caminhar
Mas vou ignorar pois tenho lutas pra travar, deixa sangrar
Pois a força que está em mim já pode suportar

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso, já posso suportar

No final de tudo eu vou poder dizer
Que lutei o bom combate
Acabei a carreira e guardei a fé
Hei de terminar minha batalha em pé
Um dia desses que eu não sei ao certo qual é

Isso acontecerá, até lá não deixarei de acreditar
Que maior é o que está em mim
Do que o que está no mundo
Sendo assim enfrento tudo
Tornou-se limpo o imundo
O excluído agora é aceitável

Fortaleceu-se o frágil, imaginável
É o que ainda se reserva pros que crêem
Maravilhas e vitórias dignas de um rei, então buscarei
Quantas vitórias eu puder e Lhe dedicarei

Por Teu intermédio é que as obtive
Mesmo nos dias de crise, dias infelizes
Trarei o recordo, que meu Deus vive não está morto
Seu Espírito habita meu corpo
Eu estou nEle e Ele em mim
Por isso eu canto

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso, já posso suportar

Eu sei que as aflições e tribulações
Que passo aqui
Jamais vão se comparar com a glória que há
De se revelar

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

O maior dos espíritos habita em mim
Eu sou a casa que Ele escolheu para morar
Por causa disso, já posso suportar

E ouvi uma grande voz do céu que dizia
Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens
Pois com eles habitará
E eles serão o seu povo
E o mesmo Deus que estárá com eles
Lhes será o seu Deus
E Deus limpará dos seus olhos todas as lágrimas
E não haverá mais morte, nem pranto
Nem clamor, nem dor
Porque jás primeiras coisas são passadas
São passadas

As dores do mundo
Já posso suportar
As guerras e aflições
Já posso suportar
Pela força que em mim está
Já posso suportar
Já posso suportar

Essa é uma canção
Para todas as pessoas que trazem travadas em suas almas
E em seus corpos, dores sub-humanas
Pessoas que perderam filhos prematuramente
Pessoas que ficaram paraplégicas em acidentes
Portadores de doenças incuráveis
Ou que cumprem penas longas e até mesmo injustas
Continuem crendo
Primeiro à São João capítulo 4, verso 4
Maior é o Espírito que está em vós
Do que o que está no mundo!

4. Árvore de Bons Frutos

Pregador Luo, Apocalipse 16
Eu estava morto, mas sei que hoje vivo
Duas décadas no Hip-Hop
Tomem meu fruto, prove

Eu sei quem sou
Sei pra onde vou
Sei de onde vim
E sei quem é que me colocou
Jesus é o jardineiro e as árvores somos nós
Ao som da sua voz, minha alma floresce
Frutos nascem, flores crescem
Ele entrou na minha casa, ele entrou na minha vida
Cuidou de cada folha, cuidou de cada galho
Fez em terra seca germinar copa bonita
Eu sou a semente que não secou no Sol
Sou a semente que o pássaro não devorou
Sou a semente que o espinho não sufocou
Eu sou a árvore de bons frutos e foi Deus quem me
Plantou

Árvore que não produz nada vira lenha
Só serve pra queimar e vira cinza na fogueira
Purifica o clima, gera bons frutos
Purifica o clima, gera bons frutos

Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz
Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz

Eu mando um salve pros GF’s que me querem bem
Os guerreiros do futuro que não temem pra ninguém
Sei que são muitos
Sei que tão em várias missões
Se multiplicam diariamente e já passam de milhões
Estão em vários, bairros, quebradas, estados
E é sempre um prazer poder revisitá-los
Uns tão brotando
Outros já tão produzindo
Alguns estão cansados, suas folhas tão caindo
Tem problema não, deixa aqui com nós, chefão
Peço apenas que abençoe toda essa nova geração
Onde eu vou, canto amor
Onde chego, levo paz
É por isso que tenho o carinho dos filhos
E tenho também o respeito dos pais
Minhas letras são plantas medicinais
Sem efeitos colaterais
Sem patentes multinacionais
Elas curam drogados e evitam abortos
Aliviam cansaços
Botam sorrisos em rostos

Árvore que não produz nada vira lenha
Só serve pra queimar e vira cinza na fogueira
Purifica o clima, gera bons frutos
Purifica o clima, gera bons frutos

Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz
Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz

Olha pro Amazonas
Lá tem árvores pra caramba
Tem várias lá em Minas que tão firmes e não tombam
Na Bahia só valente, troncos fortes e raízes
No DF, os pomares estão verdes e viris
Ei Rio, quem te viu, a floresta sobe morro
E desce o outro lado
Arrebenta o concreto e brota até no asfalto
É tanta planta rara, sai até da areia da praia
Pernambuco também tem demais
Doces frutos em Goiás
Santa Catarina é só fruta docinha
São Paulo, terra minha
Tenho aqui frondosos conterrâneos
Só madeira de lei no Amapá, Espírito Santo
Nem o frio impede que a colheira seja farta lá em Porto Alegre

Árvore que não produz nada vira lenha
Só serve pra queimar e vira cinza na fogueira
Purifica o clima, gera bons frutos
Purifica o clima, gera bons frutos

Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz
Eu vou fazer tudo que a palavra me diz
Pois machado nenhum vai cortar a minha raiz

Essa é uma canção dedicada a todas as sementes
Que cairam em terra seca
Mas mesmo assim produziram bons frutos em seu tempo
Que enfrentaram aves de agouro
Que enfrentaram espinhos
Que enfrentaram o Sol
Mas venceram e se transformaram em grandes árvores
Grandes árvores

Jesus é o jardineiro e as árvores somos nós
Somos, Somos nós
Somos, Somos, Somos nós

Jesus é o jardineiro e as árvores somos nós
Somos, Somos nós
Somos, Somos, Somos nós

3. Bate Pesadão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Bate pesadão e faz que nem Sansão
Vai na força do Deus vivo e desce a mão
Só que o soldado eficiente não vacila
Não cai duas vezes no xaveco da Dalila
Puxa o ar, puxa o ar, puxa o gás, vai respira
Essa guerra é longa e não acabou ainda
Briga brigador que nem prega o pregador
Mas briga com amor, põe paixão na peleja
Pra que todo mundo veja o guerreiro que cê é
Que nem Rocky Balboa toma soco e ainda fica em pé
Sangre pelos olhos, sangre pelo nariz
Mas não deixe escapar a chance de ser feliz
Não é o que cê quis, o que sonhou a vida inteira?
Então vou mandar pro chão e me enrolar na bandeira
Derrotado dessa briga pode crer que eu não saio
O troféu é meu, pois o campeão sou eu

Veja Também!  As 10 Músicas mais Tocadas de Kleber Lucas

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Desce a mão vai desce, desce a mão; vai
Desce a mão vai desce, desce a mão; vai
Desce a mão vai desce, desce a mão; vai
Desce a mão vai desce, desce a mão; vai

Monstrão, monstrão, vamo lá, quero ver
Bota pra dormir, prova que o “Mister Muita Treta” é você
Leão no meio dos lobos
Louco dos loucos que troca ideia com o Santo dos santos
Que semeiam com pranto só que aqui
Não da nada na hora de colher, a gente colhe dando risada
Ninguém me pega, tô ligeiro não paro nos cantos
Dum lado pro outro, direita, esquerda 1-2, 1-2
Zig-Zag, Zig-Zag esquiva e sai
Zig-Zag, Zig-Zag esquiva e sai
Navalha é cega, aqui não corta nada
Eu vim preparado pra guerra de fuzil e granada (Nada,nada,nada)
A direita é uma bomba, na esquerda uma tonelada
Onde explodir minha ira, pode crer, não vai sobrar mais nada
Bateria de míssil não vai adiantar
Pois eu sou daqueles que não dá pra rastrear
Uma vez que disparou não dá pra segurar
Martela, martela [Martelão]
Vou botar pressão
Que nem trovão
Que sacode a terra mais uma geração
Bato pesadão, faço ficar no chão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Sou brigador das ruas, brigador dos ringues
Sou soldado de elite, não me subestime
Brigador no tatame
Brigo na faculdade quando faço exame
Brigo pra me graduar
Pra me profissionalizar
Brigo com demônios
Brigo com o diabo
Brigo comigo mesmo quando de Deus eu me afasto
Brigo com as lajes que tenho que bater
Brigo pelas barrigas que tenho que encher
Luto por um sonho que não vou deixar morrer
Luto pela paz real que eu quero conhecer
Por isso brigo com o inimigo que tenho que derrotar
A guerra é só uma ponte que me atravessa para a margem de lá
Os soldados de elite é que são condecorados
Os valentes corajosos é que são lembrados
Quem não tem pegada nunca nem é citado
Se o nome não ficar escrito, então é apagado

Não tem vez pros fracos, não tem vez pros fracos
No mundão cruel não tem vez pros fracos
Não tem vez pros fracos, não tem vez pros fracos
No mundão cruel não tem vez pros fracos

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão e fa-faz ficar no chão
Bate pesadão, ba-bate pesadão
Bate pesadão, manda o inimigo para o chão

2. Me Perdoa, Pai (part. Thaiane Seghetto)

Triste, Deus
Eu tenho andado tão triste
Sorriso em mim já não existe
Preciso tanto conversar
E Te contar o que aconteceu comigo
Eu já não tenho mais nenhum amigo
Estou aqui sozinho
Confesso: Te deixei de lado
Mas hoje reconheço que fiz tudo errado
Escolhi o meu próprio caminho
E, mais uma vez, eu não Te dei ouvidos
De todas as pessoas que eu podia contar
Só Você ficou aqui pra me ajudar
Me perdoa, Pai
Quero recomeçar

Estou aqui pra Te falar
Eu sei, já prometi mudar
Mas caí, me perdi
E me afastei de Ti
Meu coração vou Te entregar
Prometo não Te decepcionar
Renova minhas forças
Quero viver uma nova vida

Igual a brasa que se afasta da fogueira e esfria
A escuridão invadiu, tomou conta dos meus dias
Aquele que antes era guiado pelos conselhos do Pai
Tá embrenhado no pecado, e agora vive sofrendo demais
Me iludi por um mundo insano que de fato não me deu nada
Minha comunhão foi cortada Desmoronei como anjo sem asas
Parecia um estilo de vida legal, mas foi tão fútil, inútil
Me senti arrasado vendo pessoas rindo de mim
Quem não pensaria que é o fim quando vive um momento assim?
Num poço escuro, à procura de corda, em busca da superfície
Me arrependo das minhas tolices
Me arrependo dos meus pecados
Seu filho pede perdão, e ora para ser perdoado
Não há lugar melhor que o centro da Sua vontade
Não há livro melhor que a Palavra da Verdade
Consciente que agi errado estou em busca de redenção
Refrigério pra minha alma
Deus, pro meu coração

Mas lembrei
Lembrei do teu amor, Senhor
E de que nunca me deixou
Nunca me deixou
E, por isso, hoje canto assim

1. Salmos 23 e 91

O Senhor é meu pastor e nada me faltará
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente à águas tranquilas
Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça por
Amor ao seu nome ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte
Não temeria mal algum
Porque tu estás comigo a tua vara e o teu cajado me consolam, me consolam

Prepararás uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos
Unge minha cabeça com teu óleo, o meu cálice trasborda
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão
Por todos os dias da minha vida
E habitarei na casa do Senhor por longos dias, por longos dias
Obrigado Deus, pois tenho a Ti como meu pastor
Eu era a ovelha perdida que o Senhor reencontrou

Deitar-me faz em verdes pastos
Oh senhor meu pastor
Guia-me por águas tranquilas
E nada vai me faltar

Aquele que habita no esconderijo do altíssimo, à sombra do onipotente descansará
Direi do senhor ele é o meu deus, o meu refúgio, minha fortaleza, nele confiarei
Por que ele me livrará do laço do passarinheiro, da peste perniciosa
Me cobrirá com suas penas debaixo das suas asas, estarei seguro
A sua verdade para sempre será meu escudo
Não temerei o espanto noturno, nem a seta que voe de dia
Nem peste que ande na escuridão, nem mortandade que assole no meio do dia
Mil cairão ao teu lado, dez mil a tua direita
Mas tu não será atingido, diz o meu Deus
Com os meus olhos olharei e verei a recompensa dos impios
Oh, senhor meu refúgio, altíssimo, habitação
Nem um mal me sucederá, nem praga alguma chegará a minha tenda

Deitar-me faz em verdes pastos
Oh Senhor meu pastor
Guia-me por águas tranquilas
E nada vai me faltar

Aos seus anjos ele dará ordem ao meu respeito
Para me guardar em todos os meus caminhos
Eles me sustentarão nas suas mãos para que eu não tropece com o pé em pedra
Pisarei sobre o leão e a áspide, calcarei meus pés no filho do leão e da serpente
Porque te amei oh senhor me livrou, me colocou num alto retiro
Porque conheci teu nome sempre lhe invocarei, pois sei que sempre me respondera
Estará comigo no dia da angústia, me livrará e me glorificará
Obrigado por me dar abundância de dias e me mostrar a sua salvação
Ter escrito tuas leis no meu coração
Ter morrido por mim e aceitar meu pedido de perdão
Se sacrificou em meu lugar
Nunca poderei reembolsar o preço que pagou pra me salvar
Obrigado Senhor

Deitar-me faz em verdes pastos
Oh senhor meu pastor
Guia-me por águas tranquilas
E nada vai me faltar

Gostou das músicas da lista? Deixe seu comentário!

 
Siga o Somos de Cristo também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here